segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Bombarral Exposição


No seguimento do nosso memorável encontro no passado dia 11 de Novembro, a Câmara Municipal, logo no momento, manifestou o seu interesse em realizar uma exposição com os nossos desenhos num dos muitos espaços nobres disponíveis na vila. Quem quiser ver o seu trabalho contemplado basta enviar para o nosso e-mail (oestesketchers@gmail.com) os vossos trabalhos digitalizados em boa qualidade (300DPI) até ao dia 10 de Dezembro e nós trataremos de reenviar tudo para o Município. Não faltem ao apelo, vamos colocar este fantástico encontro na memória de todos!

Bons desenhos a todos!

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

ainda Bombarral

Infelizmente, por razões de força maior, não pude participar no excelente encontro organizado pelos Oeste Sketchers, no Bombarral.


Por sorte, participei na organização do evento e uns dias antes desloquei-me ao Bombarral para fazer o reconhecimento dos locais a desenhar. Aproveitei para fazer uns rabiscos. Ainda bem que os fiz, no entanto fica o sabor amargo de não ter podido participar no dia do encontro: amigos, desenho, churrasco e castanhas. Que encontro!!!!

Após alguns contratempos, aqui estou eu para partilhar os meus desenhos, mas sobretudo dar meus parabéns e agradecer a todos os participantes, à organização (Ana, Pedro e Bruno) e à Câmara Municipal do Bombarral. Foram todos inexcedíveis.

1ª paragem, Casa Abel Pereira da Fonseca.

 
 
2ª Paragem, Museu Municipal
 
 
3ª Paragem, Junta de Freguesia
 
 
4ª Paragem, Igreja
 



terça-feira, 28 de novembro de 2017

Lisboa à noite - Workshop



Os Pedros (o Alves e o Loureiro), no seguimento do sucesso do seu workshop nocturno em Torres Vedras, irão trazer a mesma experiência à capital e irão dar um Workshop de desenho nocturno no centro histórico de Lisboa, no miradouro das Portas do Sol dia 9 de Dezembro (Sábado) pelas 17:00. Vamos captar a beleza nocturna da bela Lisboa nos nossos diários gráficos, partilhando técnicas, truques e experiências de como desenhar à noite. Quem não pode ir ao Workshop no 2º EIDR de Torres Vedras, tem agora uma nova oportunidade em Lisboa!

 Mínimo 5 participantes - Máximo 20 participantes | Inscrições até 7/12 para mail: stillsketch.tvedras@gmail.com e/ou pedro.mac.loureiro@gmail.com

 Esperamos por vós, até lá.

 Para mais info e/ou preços, mail para stillsketch.tvedras@gmail.com (Pedro Alves) ou pedro.mac.loureiro@gmail.com (Pedro Loureiro)

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Batalha do Vimeiro


Em 1808, o Grande Armeé de Napoleão, sob o comando de Junot, apontava as miras à vila do Vimeiro, para estabelecer uma rota de abastecimento marítima através de Porto Novo. As probabilidades estavam contra os Franceses, as brigadas Anglo-Lusas sob Wellesley eram superiores aos invasores. Os ataques descoordenados dos Franceses encontraram uma rápida derrota, terminando a primeira invasão Francesa de Portugal.


209 anos mais tarde, os Oeste Sketchers alinhavam os cadernos nas ruas do Vimeiro, enquanto os canhões ribombavam e as fileiras de mosquetes Franceses, Britânicos e Portugueses espalhavam fogo e fumo. O grupo de recreação histórica Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro transportou toda a gente no tempo, trazendo infantaria ligeira e pesada, atiradores de precisão e artilharia à pequena vila do Oeste para recrear a notória Batalha do Vimeiro. A carnificina durou até à rendição dos Franceses nos degraus do adro da igreja.

À tarde, na feira oitocentista no topo da colina, desenhadores e soldados bebiam cerveja e confraternizavam à vista do acampamento e do campo de batalha histórico. Os soldados nunca saíram dos seus papeis e levaram toda a recriação muito a sério, enquanto relaxavam vestidos nos seus uniformes de polícia, o uniforme usado quando não em combate. Estavam presentes o 19º de Infantaria de Cascais, o 6º de Caçadores do Porto e o 32º de Infantaria Francês.


Em tempos de paz, artesãos e músicos prosperam – os Manuk e os ZaraGaitaS tocaram umas canções celtas e eu arranjei este caderno Libreto muito alto de uma talentosa artesã cigana.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

10º aniversário dos USk no Bombarral e no mundo


Já passaram dez anos desde que os Urban Sketchers (USk) andam aí! Para celebrar a ocasião, organizou-se um sketchwalk mundial, com mais de cem grupos regionais dos USk a desenhar durante o 11 de Novembro. Muitos dos desenhos e imagens partilhados nas redes sociais com #USkGlobal24hrSketchwalk foram novamente publicados na conta Instagram dos USk por uma dedicada equipa de voluntários.

Os Oeste Sketchers fizeram do Bombarral o seu local para a celebração global. Não podia ter sido mais bem escolhida! Os desenhadores andaram entre os belos azulejos da estação de comboios e pela peculiar casa Abel Pereira da Fonseca durante a manhã.



A coisa deu para o oficial por um instante, quando os desenhadores foram recebidos pelo Presidente da Câmara no salão nobre da Câmara Municipal. A informalidade regressou depressa, quando começou o churrasco nos serenos jardins da Câmara. Seguiu-se fartura de febras, medronho caseiro e encontros invulgares.

Uma quadra de Americanos descalços veio ter aos jardins, trazida pelo próprio Presidente. Estavam de passagem durante um passeio pelo país depois de um festival Steemit na capital. A Sara, a Shellie, o Quinn e o Lucca vêm da comunidade Garden of Eden no Texas e são gurus Steemit, vivendo de forma simples, sustentável e em comunidade, enquanto fervilham no mundo das cripto-moedas.


reunião

Rabisco feito assim meio à socapa em reunião de trabalho, no papel que havia ali à mão. Dei a cor em casa.


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

13º Encontro OSk - USkP - Bombarral


Os Urban Sketchers andam na rua a mostrar o mundo a todo o mundo há 10 anos e para celebrar a ocasião, o grupo Internacional convocou um Sketchwalk de 24 horas e lançou o apelo a todos os grupos regionais espalhados pelo Mundo. As várias fotos foram correndo o mundo através da conta de Instagram e os OesteSketchers tiveram tempo de antena entre as 12:30 e as 12:45. Desde já um grande bem-haja aos voluntários que tornaram esta divulgação possível.

O local escolhido foi o Bombarral, uma bela vila típica da região Oeste, cerca de 60km de Lisboa, terra de vinhedos e de Natureza que tão bem caracteriza a nossa região. Eramos cerca de 30 desenhadores e aguarelistas quando às 10h após uma breve introdução ao encontro por parte dos nossos coordenadores e do Vice-Presidente da CM Bombarral Nuno Vicente que começámos avidamente a trabalhar junto à Estação de CF.

Fomos subindo e desenhado todo um cenário bucólico ao nosso dispor como este belo exemplar de arquitectura tradicional projectado pelo Arq. Norte Júnior, a Casa do Magnata do vinho Abel Pereira da Fonseca. Aqui fiz uma aguarela solta (na foto ainda estava a meio) que depois cedi ao executivo da Câmara Municipal pela calorosa recepção que tivemos. Em tão pouco tempo, a Câmara Municipal do Bombarral disponibilizou uma série de edifícios históricos para nós os desenharmos e pintarmos livremente, bem como uma recepção já com contornos oficiais no Salão Nobre da mesma com a presença do Presidente da Câmara Ricardo Fernandes.


Após o almoço bem preenchido e bem regado( como podem ver no post fotográfico do Bruno e no post fantástico do Pedro Loureiro), fui até ao Teatro Eduardo Brazão. um belo exemplar de uma sala em forma de ferradura, lindíssimo, dos poucos no mundo ainda em actividade.

Pouco tempo antes da partilha final, não podia deixar de desenhar o edifício da instituição que tão bem nos recebeu.

Foi mais um encontro memorável dos Oeste Sketchers que teve um brilho especial pelo belo local que nos acolheu e de forma irrepreensível. Até ao próximo encontro! 

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Viagem à Madeira

No final de Outubro fiz uma viagem de 4 dias à Ilha da Madeira e ainda consegui uma reportagem gráfica bem composta.  Deixo aqui dois desenhos para não massacrar o Oeste com desenhos de outras paragens ;)


A Ponta de São Lourenço, após uma caminhada de 4km que ainda precisava de regresso...

E a vista da janela do meu quarto do alojamento em pleno centro histórico do Funchal.

Toda a reportagem gráfica pode ser vista no meu blog, aqui