segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Moinhos de Moledo


A região centro do país tem muito para descobrir, e os Oeste Sketchers têm feito um trabalho dos diabos a consegui-lo! Moledo é uma pequena aldeia sobre um monte ventoso, na estrada para a costeira Lourinhã. O clima é severo, mas é precisamente por isso que os belos moinhos de vento estão cá. Um deles ostenta um mural do artista urbano Pantonio, conhecido pelas suas pinturas fibrosas e texturadas.



O município trabalha para dar nova vida à aldeia e colocá-la no mapa, como um destino turístico regional. Durante quatro anos, um grupo de estudantes da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa salpicou as ruas e largos com esculturas relacionadas com o mito de Pedro e Inês. A Rota das Esculturas vale bem a visita, se as vistas de uma aldeia sossegada e pitoresca não são suficientes para passear pelos campos do Oeste.



Na parte mais baixa da aldeia, perto do canal, fica a igreja local. Um cruzamento pacato entre um templo sagrado e um pátio profano, que provavelmente servia como ponto de reunião para os aldeões, entre o trabalho no campo e a missa. As margens empedradas do canal marcam a fronteira entre a aldeia e a paisagem produtiva. Algumas pontes de madeira ligam os campos às ruas, sob o zumbir das pás dos moinhos modernos.



Publicado também AQUI

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Santa Cruz


Caminhada solitária, numa bela manhã de sol.
"(a)Riscar o Património" - Torres Vedras 23 de Setembro 2017
Torres Vedras foi mais uma vez convidada a integrar o projecto (a)riscar o Património da DGPC e a Câmara Municipal organizou um encontro no dia 23 de Setembro de 2017, em parceria com a Cooperativa de Comunicação e Cultura. A excelente proposta de encontro, recaiu sobre o território rural da freguesia de Dois Portos e foi um programa aliciante que cativou a aderência de alargado número de participantes (cerca de 50). De manhã visita guia e prova de vinhos na Quinta da Folgorosa e desenho livre pelos jardins, vinhas, adegas e belas paisagens. À tarde visita ao Santuário dos Milagres  e desenho livre junto à belíssima ermida.

Este ano consegui estar presente todo o dia e não conhecendo nenhum dos locais, foi um prazer enorme ter participado. Obrigada Torres Vedras, André Duarte Baptista e Centro de Comunicação e Cultura.

Aqui estão os sketches que fiz nesse dia:

















sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

desenho vadio


 
Rua Maria Barreto Bastos
 
 
Esq. Rua Almirante Gago Coutinho. Dir. Rua José Eduardo César
 
 
Rua da Cruz

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Moledo - Lourinhã

Dia 4 estivemos em Moledo, apesar dos fortes ventos gélidos arriscamos e fizemos muito bem.
Depois de uma breve introdução sobre a iniciativa Moledo Acontece, onde nos foram apresentados alguns factos históricos sobre Moledo e um percurso de estátuas que povoa a aldeia.
Dispersamos à procura de locais abrigados com perspectivas interessantes, a maior parte dos sketchers começaram pela zona mais alta,  um planalto com excelentes vistas onde a vegetação, a rocha e os moinhos tornavam a paisagem congelada no tempo. 





Depois de explorar a parte da aldeia mais alta, descemos pelo casario até ao largo da igreja e exploramos com desenhos os enquadramentos dos caminhos envolventes.






 As estátuas e os caminhos interessantes eram muitos, alguns ainda seguiram parte do caminho museológico ao ar livre mas o resto teria de ficar para a tarde, era hora da partilha de desenhos e do almoço gentilmente oferecido pela junta de freguesia de Moledo. Juntamo-nos à população, partilhamos os registos da manhã e tiramos uma foto de grupo.





A tarde foi cheia de descobertas, o sol aquecia de vez em quando e entre o casario apareciam conjuntos interessantes, alguns em ruínas, outros reabilitados.








A meio da tarde, acompanhamos o lanche com mais uma partilha de desenhos e outra foto de grupo, trocamos mais experiências e demos o encontro por encerrado.





Apesar do frio e dos ventos fortes, o sol e o almoço aqueceu-nos muito bem, um excelente dia, o qual agradecemos à junta de freguesia de São Bartolomeu dos Galegos e Moledo, Zita Silva, Cristina Henriques, João Leirão e a todos os que possibilitaram esta excelente experiência.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

14º Encontro Oeste Sketchers - Moledo, Lourinhã


Estamos em 2018 e vamos iniciar a nossa viagem desenhada por várias aldeias da nossa região na bela aldeia de Moledo na Lourinhã. Dia 4 de Fevereiro, entre as 10 e as 16:30, vamos desenhar esta bela localidade bem no coração da nossa terra. A comunidade irá realizar uma feijoada na hora de almoço e pelo que se quiserem disfrutar desta bela refeição, inscrevam-se para o encontro enviando mail para oestesketchers@gmail.com . As primeiras 25 presenças têm almoço garantido.

Quem não gostar ou se quiser almoçar outra coisa, deverá trazer algo de casa pelo que o local é isolado e não tem muitas ofertas. Lembramos também que Multibanco não é opção, pelo que devem ter dinheiro convosco caso precisem.

Esperamos por vós no próximo Domingo dia 4, não faltem! 

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

E quando os desenhos saltam do cadernos para as paredes

Há uns meses o empresário torriense Gualter Costa, disse-me que estava prestes a concretizar um sonho: abertura de um novo espaço de restauração "fora da caixa" no coração da cidade. 

Assim nasceu o Átrio, um novo espaço de restauração que abriu ontem na av. 5 de Outubro em Torres Vedras da autoria do atelier Involve arquitectura.

Quis o Gualter que eu fizesse parte desse sonho, contribuindo com um conjunto de desenhos cujo o tema seria uma paixão que partilhamos: a nossa cidade.
Aceitei o convite, com a condição  de que os desenhos seriam feitos no meu caderno, sem "programa" e sem saber quais os desenhos escolhidos até à inauguração. Assim foi e fico grato ao Gualter, pelo convite e pela compreensão pela forma de me relacionar com o desenho.

Não se trata de uma exposição. Os desenhos fazem parte da arquitectura do espaço. Aqui também tenho que agradecer aos arquitectos da INVOLVE pelo incorporação dos desenhos no espaço.

Assim sendo, terão muito tempo para visitar. Como me disse hoje um amigo meu "andas sempre a fugir das exposições individuais e agora tens uma permanente"...

Não se percam com os desenhos, pois o melhor deste espaço é a comida, o ambiente e o atendimento...














quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Convento de Santo António de Varatojo

Em jeito de balanço do ano, pus-me a ver cadernos antigos e descobri vários desenhos que não publiquei.
 
Deixo aqui dois, que em termos gráficos não têm nada de especial, mas trazem o melhor dos desenhos - memórias de momentos bem passados.
 
Estes dois foram feitos numa visita ao Convento de Varatojo, tendo como companhia os brasileiros Marta Viana e Lauro Monteiro. Há muito que estávamos para fazer esta visita, eis que chegou o momento.
 
Enquanto desenhávamos no claustro, saboreávamos o silêncio, que era interrompido apenas, de longe em longe, pelos passos dos franciscanos.
 
 
Ainda consegui apanhar estes dois. Dos mais gordos aos mais magros, dos mais novos aos mais velhos, verificam-se traços comuns - a corcunda que vai aumentando com o avançar da idade, a simplicidade e o olhar tranquilo.